Enquete Festival de Alegre

Tempo


Acidente com pipa
Notícias


Menino morre eletrocutado ao tentar tirar pipa de fio de alta tensão

A inocência de uma criança aliada ao desejo de ter uma pipa "voada" levou o menino David Veira de Jesus, de apenas oito anos, à morte na tarde desta quinta-feira (01), na rua 1º de maio, em Castelo Branco, Cariacica.

David subiu em uma árvore na beira da rua e, ao esticar um dos galhos,  encostou na linha elétrica de alta tensão. O menino ainda chegou chamar  pelos coleguinhas, mas nenhum deles teve reação imediata, a não ser a de gritar por socorro.

O garoto ficou por cerca de 20 minutos pendurado de cabeça para baixo até que populares resolveram retirá-lo. O socorro do Samu chegou e os socorristas fizeram de tudo para reanimar o menino.

Segundo populares, até um aparelho desfibrilador foi usado pelos socorristas  para para reanimar David. "Meu irmão chegou a reagir. Foi levado, mas acabou morrendo. Perdi meu irmão", disse Paula, de 14 anos, única pessoa da família que permanecia no local do acidente até depois das 21 horas desta quinta.

Geraldo Gomes que passava pelo local, viu o garoto pendurado e, segundo disse, não teve dúvida em tentar socorrer.

"Achava que o garoto já estivesse morto, mas ele ainda respirava. Com a ação dos socorristas o menino reagiu e foi levado. Não vi mais nada. Depois tivemos a informação de que ele havia morrido", disse Geraldo demonstrando tristeza e preocupação com o que aconteceu: "É preciso cuidado, que os pais orientem as crianças para que fatos desta natureza não voltem a acontecer. Foi muito triste", disse Geraldo.

Paixão por pipa

O menino David, que estava na segunda série do ensino fundamental em uma escola pública local, era, segundo a sua irmã Paula apaixonado por pipa e bola: "Outro dia ele entrou no brejo e ficou com lama até o pescoço atrás de uma pipa "voada" (pipa voada é aquela perdida, cuja linha foi cortada ou se perdeu). Vivia com os dedos dos pés e os joelhos ralados de também correr atrás de bola.", disse a irmã.

Na comunidade a tristeza era grande. O pai de David, Paulo Ferreira de Jesus, um desempregado de 52 anos, estava emocionado e não conseguiu falar. A mãe, dona Lidiane, em estado de choque teve que ser levada a um hospital. O trauma da família de David é grande. Em um grupo de sete pessoas, o casal Paulo e Lidiane perdeu o segundo filho em dois anos. O primeiro foi Izaque, então com 18 anos foi assassinado no bairro próximo, em Jardim Botânico.

 

           Fonte: gazetaonline.com.br

 
É proibida a reprodução do conteúdo desta página sem autorização.
© 2005-2008 RÁDIO FAMA FM- Todos os direitos reservados.
Desenvolvido e Administrado por Jean Carlo